Perfume de Jacarandá

Quem és tu. Quem és tu que assim vens pela noite adiante, Pisando o luar branco dos caminhos, Sob o rumor das folhas inspiradas? Sophia de Mello Breyner Andreson

sábado, fevereiro 28, 2009

Sábado de chuva


MySpace Graphics



Enquanto a Primavera vai chegando aos jardins, observo a chuva que cai, no aconchego...
que agradável e calmo! os ramos das árvores já têm folhas, os melros já fazem os ninhos, ainda que a chuva tenha voltado...

sexta-feira, fevereiro 27, 2009

Mar


Arpad-Sophia



As ondas

As ondas quebravam uma a uma
Eu estava só com a areia e com a espuma
Do mar que cantava só para mim.



Sophia de Mello Breyner Andresen

quinta-feira, fevereiro 26, 2009

Mar azul, ou azul mar

Olhei aquela imensidão
onde renovo as minhas forças e energias
mais que sonhar, é partilhar
plena harmonia...
como é bom ouvir,
o barulho do mar.
Sentir a brisa que arrepia
aqui, eu e o mar


e as ondas chegam
Calmas...Suaves
Constantes...


terça-feira, fevereiro 24, 2009

Flor, Borboleta, Cor e Perfume de Flor

Pinto o céu na página vazia
procuro tintas diversas,
vou colorindo, brincando no espaço
misturo as cores...
coloco as flores que embelezam a paisagem,
vem a borboleta que voa de flor em flor...
vida, cor, muita cor...

também sou paisagem...
com perfume de flor


sábado, fevereiro 21, 2009

Lendas de Flores

Todas as Flores contam uma história, acompanharam-nos ao longo dos tempos estando presentes nas alturas mais marcantes da História da Humanidade.

História e lenda das flores da minha cor favorita

Lilás

Uma antiga lenda grega refere que o jovem Deus Pã, que era o Deus das florestas e dos campos, conheceu uma bonita ninfa de nome Syringa. Ele admirou a sua graça e beleza e decidiu falar com ela, contudo a ninfa assustou-se e fugiu. Ele tentou apanhá-la, mas de repente, ela transformou-se num arbusto aromático lilás. Pã desatou a chorar ao lado do arbusto. A partir daí, vagueava nas florestas e tentava fazer o bem a todas as pessoas. O nome "Syringa" tornou-se na palavra latina "lilás".

Uma outra lenda diz que as flores do lilás chegaram até nós quando a Primavera retirou a neve dos campos e o arco-íris surgiu por cima da Terra. De seguida a Primavera colheu alguns raios solares e misturou-os com os raios do arco-íris lançando-os sobre a Terra. Quando a Primavera chegou ao Norte, tinha apenas as cores branca e violeta. Encontrava-se em terras Escandinavas e então lançou a cor lilás aos arbustos mais pequenos, que imediatamente se cobriram de pequenas flores lilases. Depois fez o mesmo com a cor branca e os arbustos cobriram-se de pequenas flores desta cor.

Lilás vem da palavra grega "syrinx" que significa "tubo", pois os pastores da floresta dos lilases faziam tubos. Mas Na Rússia é chamado também de "sinel" que vem da palavra "azul", uma vez que a sua cor resplandecente define uma tonalidade das plantas.



Flores cuja cor predominante é o lilás

Generalizando temos: primaveras, orquídeas (várias), rosa, lavanda, lisianthus, amor perfeito, flor de alcachofra, anémona, delfinius, flor-do-campo, calas, petúnia, Hortênsia, tulipa, íris, violeta, frésia, lavanda, lisianthus, amor perfeito, flor de alcachofra etc.


quinta-feira, fevereiro 19, 2009

Quero...

Quero um arco-íris, com as suas sete cores
Quero acariciar cada cor
Quero que as suas tonalidades façam parte de todos os meus dias
Quero uma nuvem e a água que ela contem
Quero um sol luminoso
Quero fazer surgir um arco-íris
Quero colorir o mundo, com as cores do meu arco-íris



MySpace Graphics

segunda-feira, fevereiro 16, 2009

Para começar a semana

começar a semana com poesia ...Será uma óptima forma de começar...





Esta é a Cidade

Esta é a Cidade, e é bela.
Pela ocular da janela
foco o sémen da rua.
Um formigueiro se agita,
se esgueira, freme, crepita,
ziguezagueia e flutua.

Freme como a sede bebe
numa avidez de garganta,
como um cavalo se espanta
ou como um ventre concebe.

Treme e freme, freme e treme,
friorento voo de libélula
sobre o charco imundo e estreme.
Barco de incógnito leme
cada homem, cada célula.
É como um tecido orgânico
que não seca nem coagula,
que a si mesmo se estimula
e vai, num medido pânico.

Aperfeiçoo a focagem.
Olho imagem por imagem
numa comoção crescente.
Enchem-se-me os olhos de água.
Tanto sonho! Tanta mágoa!
Tanta coisa! Tanta gente!
São automóveis, lambretas,
motos, vespas, bicicletas,
carros, carrinhos, carretas,
e gente, sempre mais gente,
gente, gente, gente, gente,
num tumulto permanente
que não cansa nem descança,
um rio que no mar se lança
em caudalosa corrente.

Tanto sonho! Tanta esperança!
Tanta mágoa! Tanta gente!

António Gedeão

sábado, fevereiro 14, 2009

Dia dos namorados!

Para o meu namorado de todos os dias


sexta-feira, fevereiro 13, 2009

Uma flor chamada jacinto

É minha
é a minha flor
tem cor...
é lilás
tem perfume
não de jacarandá
mas de jacinto
é linda
é minha...






Jacinto (Hyacinthus) - é uma planta perene bulbosa, da família hyacinthaceae, originária da região medideterrânea e África Meridional.O seu nome provém de "Jacinto", da mitología grega.
É uma planta herbácea, bolbosa, com uma floração muito vistosa. As suas folhas são estreitas, muito direitas, de cor verde-escuro que crescem directamente da base, em forma de roseta e têm cerca de 20-35cm de comprimento. As flores de Jacinto são agrupadas em forma de espiga, sustentada por uma haste grossa e suculenta. As flores possuem 6 pétalas, podendo ser singelas ou dobradas, com cerca de 2,5cm na transversal. São aromáticas e podem ter todas as cores incluindo azuis/lilás muito vistosos.
As flores nascem na primavera com a chegada de março.
De acordo com a linguagem das flores, jacinto significa constância,o amor, a alegria do coração.

quinta-feira, fevereiro 12, 2009

Riso...Sorriso...

Virginia Woolf escreveu: "A beleza do mundo tem duas margens, uma do riso e outra da angústia, que cortam o coração em duas metades".

Antoine de Saint-Exupéry diz: "No momento em que sorrimos para alguém, descobrimo-lo como pessoa, e a resposta do seu sorriso quer dizer que nós também somos pessoa para ele".

"O riso é a linguagem da alma" Pablo Neruda

provérbios:

Há sorrisos que ferem como punhais
O sorriso reduz as distâncias
O sorriso é o sol do lar
Do sorriso da mulher nasceram as flores


Há risos que dão vontade de chorar e lágrimas que dão vontade de rir
O riso é a trombeta da loucura
Riso pronto, miolo tonto
Muito riso, pouco siso

Acho o sorriso a expressão mais bonita que o ser humano tem.

É tão fácil sorrir!



terça-feira, fevereiro 10, 2009

Sem palavras

domingo, fevereiro 08, 2009

Se eu fosse uma borboleta

Se eu fosse uma borboleta,

corria nos campos coloridos, corria o mundo todo e também ia...

procurar o sol ... Voava com muita liberdade e alegria.

Poisava nas flores, inalava todo o seu perfume...



Sabe bem sonhar...


Neste momento quero "AQUARELAR" O CÉU

SER LEVE COMO A BORBOLETA



WITCHYS WIKKED GRAPHIX

WITCHYS WIKKED GRAPHIX

sexta-feira, fevereiro 06, 2009

E as folhas caem

O calendário determina que estamos no inverno,
e as folhas caem, caem como se, os jardins murchassem.
Mas o Inverno é da cor que nós quisermos.



ImageChef.com Poetry Blender

quinta-feira, fevereiro 05, 2009

Preciso de...

Preciso de um bom fim de semana...
e nesta altura do ano começo a sentir uma necessidade de calor! É qualquer coisa que só passa com sol. Vai passar, claro que vai passar. Talvez dentro de uma semana, um mês ou dois, quem sabe?
A Primavera virá, haverá sol quase todos os dias.
Quando brotam as flores lilás? Vou sonhando com uma árvore carregada de flores,e pensando que amanhã o chão estará forrado por elas.
Neste inverno tão longo...dá vontade de primavera, sol, leveza, dá vontade de sentir o aroma das flores ouvir o canto dos pássaros.


terça-feira, fevereiro 03, 2009

Relax...

segunda-feira, fevereiro 02, 2009

Mar...tão revolto !

Pequena caminhada na praia, no início de uma tarde de inverno
correr na areia, fugir da onda, sentir a brisa do mar...
como é bom desenhar meus próprios pés na areia
e vem a onda, e apaga todas as minhas pegadas.

Esse mar...tão revolto !

O som era constante, e os cânticos das ondas num vaivém de uma maré baixa, deixavam um tapete liso no extenso areal

Sons do mar que trazem e levam...
Tanto mar à minha volta!


domingo, fevereiro 01, 2009

O desabrochar de uma flor

Oiço a canção da chuva que teima em cair.
Vejo a flor que desabrocha num dia de chuva,
fazendo que a Primavera aconteça.




 
Free Flower Cursors at www.totallyfreecursors.com