Perfume de Jacarandá

Quem és tu. Quem és tu que assim vens pela noite adiante, Pisando o luar branco dos caminhos, Sob o rumor das folhas inspiradas? Sophia de Mello Breyner Andreson

terça-feira, junho 30, 2009

Jacarandás - o adeus

É o fim em beleza.
O tapete em tom lilás formado pela queda das últimas flores
e o cinzento do dia combinam na perfeição.
As árvores estão a ficar verdes,
as flores só já flutuam sobre as pontas frágeis dos galhos.



para o ano há mais!

"Despedida
Junho chegou ao fim, a magoada
Luz dos jacarandás, que me pousava
Nos ombros, era agora o que tinha
Para repartir contigo
Um coração desmantelado
Que só aos gatos servirá de abrigo"

Eugénio de Andrade

"A menina dos olhos de quem não anda distraído com futilidades.
O Jacarandá a flor da cidade, seu adorno, seu património indizível
Eugénio tinha um caso de amor com esta árvore, no mês de Maio
vestida de flor purpurina.
Eugénio via da janela do Hospital de Santo António as folhas da árvore,
as plantas de amor."

Mário Cláudio

quinta-feira, junho 25, 2009

Na Aldeia que é Lar (1)

Eis a casa das portadas amarelas, perto deste mar lusitano.
Quebrando a monotonia do branco e compondo um visual vibrante de cores vivas, aqui floresce uma buganvilia lilás,
onde os melros fazem ninho, seguidos atentamente por uma gaTita que sonha conseguir apanhá-los.
Sente-se o cheiro a maresia, as rolas fazem-se ouvir e o despertar é sempre sereno sem o barulho da 'grande cidade'.
A tranquilidade e harmonia abrigam-se na casa das portadas amarelas...

domingo, junho 21, 2009

Bateram á porta

Num cestinho de verga, enrolado em paninho de xadrez vinham:
Pães quentinhos, estalando, crocantes com aroma de forno...
Impossível resistir!!!
È assim na Aldeia-Lar os vizinhos dão e recebem, com pequenos nadas alimentam amizades.

quarta-feira, junho 17, 2009

Na Estrela

As flores deixam o ar perfumado,
a cor quase irreal completa a paisagem.
Um encanto poder desfrutar este pedaço.
A cidade em festa fica sedosa e sedutora
pintada de lilás...

segunda-feira, junho 15, 2009

O menino tornou-se homem


O tempo passou com a velocidade de um cometa e o que parecia tão distante é agora presente e mais-que-perfeito.

Era 15 de junho de 1985, 10h da manhã;
jamais esquecerei esse momento.

quinta-feira, junho 11, 2009

Papoila

Nasceu uma papoila no meu jardim,
talvez de uma semente vinda com a ventania;
espalhada a rubra cor sobre o verde,
ficou o cenário mais colorido.

Parece uma bailarina dançando com o vento.
Quando a vi sorri: ela é única no jardim

domingo, junho 07, 2009

Fascínio

No azul do céu o contraste ficou mais saliente.

Até o sol parece que resplandece !

flores em movimento, como se uma brisa ali permanecesse

O céu pintado de cores únicas

o ar perfumado de doce aroma

ali fiquei sentindo, olhando...


(na minha rua) Clicar na foto

quinta-feira, junho 04, 2009

Na minha mão

Na palma da mão uma flor perfumada de pétalas aveludadas,
é bom e mágico senti-la,
delicada e colorida.
É frágil a minha flor.



 
Free Flower Cursors at www.totallyfreecursors.com