Perfume de Jacarandá

Quem és tu. Quem és tu que assim vens pela noite adiante, Pisando o luar branco dos caminhos, Sob o rumor das folhas inspiradas? Sophia de Mello Breyner Andreson

quarta-feira, março 31, 2010

Primeiros sinais de cor

Tudo parece estar despertando de um sono de longos meses.
A Primavera abriu a porta, os dias tornaram-se mais quentes:
A natureza traz gradualmente de volta a primeira tonalidade verde, misturada com as cores das primeiras flores.
Anseio por ver o jardim ganhando vida novamente: dos bolbos plantados,
o açafrão é a primeira flor, ostenta uma coroa lilás, de pé alto e majestoso!
Tão delicada, mas tão forte ao mesmo tempo; encanta-me. Admiro-a!


sábado, março 27, 2010

A canção da chuva

A chuva bate na vidraça; desfocadas, as copas das árvores balançam com o vento, transmitindo uma sensação de melancolia.
Protejo-me com uma capa de doçura e calor, com colorida força interior.
Há dias assim: o calor permanece em nós indiferente, à chuva e ao frio, nada afecta a nossa serena tranquilidade.
É nestes dias que nos sabe bem apreciar a chuva na janela e ouvir os assobios do vento, diluímos todos os tons cinzentos e imaginamos uma belíssima aguarela de cores desfocadas.
Sinto-me sol colorindo e aquecendo um dia cinzento


terça-feira, março 23, 2010

Em tempo de Primavera

Tudo brota com vigor trazendo imensa gama de cores a este renascer da Natureza que todos os anos ocorre. Os múltiplos tons de verde, a beleza e a delicadeza em cada flor, os aromas intensos!
Os dias parece que correm mais serenos com cada folha nova que nasce, em cada flor que vai abrindo, em cada pássaro que constroi o ninho, e tantos são neste meu recanto.
Foi provavelmente a Primavera que inspirou 'este' Monet.



...e também este poema de Sophia:

"Depois do Inverno, morte figurada,
A primavera, uma assunção de flores.
A vida
Renascida
E celebrada
Num festival de pétalas e cores"
.

quinta-feira, março 18, 2010

Violetas do jardim

Poucas flores da minha infância têm o aroma inebriante, de memórias longínquas, como as violetas. Embora pequenas são plantas perenes que de bom grado se espalham e formam grandes aglomerados. …O perfume é maravilhoso…



sábado, março 13, 2010

De tons lilás



A Tita vagueia pelo quintal à procura de pássaros distraídos ou de tudo o que mexe… é um modelo da arte de bem viver em liberdade.
Fica espantada quando de repente sente a presença de uma violeta-falante .
- Oi, sou uma violeta de origem holandesa, pequenina; vim num cantinho de mala de viagem da tua dona; aqui encontrei terreno, aqui nasci; estou muito feliz por crescer neste espaço, e exibir as minhas cores únicas… Que achas?.
- Esta beleza tricolor que vês, chama-se Tita, reino por aqui e espreito os pardais que me desafiam, caço lagartixas e fico eriçada quando os gatos vizinhos se atrevem a invadir o meu território; interrompeste o meu silêncio! fico feliz pois ainda há pouca côr no jardim; és muito pequena mas tens traços lindos que merecem ser observados de perto… gosto desse tom lilás aí! Também sei apreciar as cores!


(clicar sobre a violeta)

terça-feira, março 09, 2010

Em oito de Março



Nos “encantos” é amigo, cúmplice, companheiro, amante, partilha o dia a dia comigo há 28 anos e ainda me consegue surpreender!
Surgiu na minha vida com a mesma delicadeza do vento, quando sereno, acariciando-nos em suave brisa, e cada carícia vai desenhando mais um dia. E ainda há dias assim, com momentos delicados e suave 'perfume'.

Na blogosfera é o des-encantos:



Suave perfume que também encontrei, logo após, no caminho para Ítaca, ao som do bandolim da Rita!

domingo, março 07, 2010

A beleza duma gota de água

Nestes dias de chuva intensa e persistente pouco mais me resta que procurar encontrar beleza nas coisas mais comuns, aparentemente sem graça e captar momentos irrepetíveis: a beleza de gotas d’água...já que a beleza está dentro de nós, na nossa capacidade de ‘sentir’.
A chuva cai e escorre lentamente pela vidraça; meus pensamentos tomam cores, mesclando as gotas de água da chuva.
Cada uma delas é a prova que ‘pequenos nadas’ trazem consigo a sua beleza.



Caindo sobre as primeiras frésias redobram-lhes o encanto


(clicar para analisar cada gota de água)

quarta-feira, março 03, 2010

Como dar cor aos dias cinzentos

O Inverno, tem-nos trazido tantos dias cinzentos!
Mas a verdade é que por mais sombrios que eles sejam, com alguma imaginação, poderemos vestir os dias de cores alegres e tornar o Inverno menos cinzentão.
Em dias assim nada como ouvir música que levante o astral: a melodia de uma música interfere e muito com o nosso humor, disposição.
Hoje deixei-me inspirar pela 'Primavera de Vivaldi' Com tal música, onde se imortaliza a Primavera, podemos sonhar e ter cores mais alegres perfumes e aromas campestres...
Mais uns dias e as andorinhas regressarão, o sol voltará em definitivo para iluminar os dias, que se tornarão mais longos, alegres, mais quentes.

 
Free Flower Cursors at www.totallyfreecursors.com