Perfume de Jacarandá

Quem és tu. Quem és tu que assim vens pela noite adiante, Pisando o luar branco dos caminhos, Sob o rumor das folhas inspiradas? Sophia de Mello Breyner Andreson

domingo, setembro 26, 2010

Matisse(ada)

Entrou na minha vida embrulhada em papel celofane.
Plantei-a no jardim junto de outras roseiras; era então apenas um pequeno caule com frágeis folhas. Olhámo-nos todos os dias, regava-a quando parecia ter sede e foram nascendo mais folhas; apareceram depois os primeiros botões: finalmente a primeira flor!
Rosa e branco! O rosa passa suave para o branco, não há meios tons. Nem o melhor pintor conseguiria tal milagre.
As pétalas são aveludadas e têm um leve brilho igual a pingos de diamante!



Penso que nada é mais difícil a um verdadeiro pintor do que pintar uma rosa, porque, para isso, precisa primeiro esquecer todas as rosas pintadas. É um primeiro passo para a criação ver todas as coisas na sua verdade, e isto supõe um esforço contínuo”,
Henri Matisse

segunda-feira, setembro 20, 2010

À beira-mar sentada



Tranquiliza e purifica repousar o olhar na superfície do azul-celeste marinho e seguir o seu contorno no horizonte! Já há pouca gente na praia, o sol vai desaparecendo, a temperatura é amena. Está-se bem. Dá prazer estar descalça na areia.
Os meus olhos percorrem lentamente e em volta a distância que vai de pequenos detalhes às imponentes falésias no limite de alcance da visão; os pensamentos tornam-se mais claros e profundos como o mar, este símbolo eterno de liberdade, fonte de vida, inspiração e serenidade por onde vagueio: então oiço os segredos que o mar tem para me contar...

terça-feira, setembro 14, 2010

"de volta"

De volta a uma rotina que tem sido um pouco atribulada, mais uma vez espero lidar com ela com alguma ‘tranquilidade’. Continuo a fazer o meu trabalho com gosto, com o mesmo empenho, embora esperando que a tormenta ‘passe’ e o professor volte a ser visto como alguém que desempenha a nobre missão de ajudar a formar cidadãos responsáveis honestos, completos etc. etc . Tenho a profissão que gosto - e assim procuro o equilíbrio.
Tudo a postos, rodeada dos tons lilás que sempre me acompanham; o pacote das pastilhas para aliviar o stress já está aberto...
Procuro sentir-me ‘bem’; cheira a Verão, o sol faz-se ainda sentir; no quintal-jardim ainda há chilreios e ainda é possível uma saída pela praia ao fim do dia; no ar restam ecos saborosos das férias.


quarta-feira, setembro 08, 2010

figos no quintal

A casca é fina e delicada, a polpa rosada-vermelha; para além da cor extraordinária estes roxos-corigos têm um sabor único,…adoro estes figos.
São pequenos doces e sumarentos; quanto a sabor e textura que maravilha! Colhidos directamente pela produtora, são únicos.
Com o cesto favorito, foi hoje o dia aguardado já há algum tempo para colher a dose suficiente, para pela primeira vez fazer compota;
e que compota deliciosa!



Horas depois eis o resultado: sirvam-se...

quinta-feira, setembro 02, 2010

ritual

Ao longo dos últimos anos, séculos, as substâncias que compõem o café têm sido amplamente estudadas e a grande maioria dos ensaios clínicos mostra muitos benefícios positivos para a saúde associados ao consumo de café. Têm-se desacreditado algumas antigas crenças populares: em quantidades razoáveis, o café não perturba o sono, nem é prejudicial à saúde...etc.etc!!!
Este chávena contém mais do que um bom café; contém uma bebida que acaricia os sentidos, aumenta a lucidez e concentração. Isto é em parte devido à pequena quantidade de cafeína.
Café uma agradável mistura de aroma onde os sabores amargo-doce coexistem em perfeita harmonia...com as lilás-violeta,‘acabadas de chegar’, sobre a qual é servido...

 
Free Flower Cursors at www.totallyfreecursors.com