Perfume de Jacarandá

Quem és tu. Quem és tu que assim vens pela noite adiante, Pisando o luar branco dos caminhos, Sob o rumor das folhas inspiradas? Sophia de Mello Breyner Andreson

quinta-feira, novembro 25, 2010

Não parece mas é...



Repare-se neste fenómeno: tenho um jardim encantado! É o lugar onde os meus pensamentos e sonhos me levam a ter asas como as borboletas e como os pirilampos mágicos que brilham como estrelas... Aqui a imaginação cresce tão livremente como as flores e os sonhos são tão bonitos!
Assim se organiza a natureza no meu jardim... do interior do betão a vida brotou! Em tom lilás!
Que mais irá sair daqueles buraquinhos?

sexta-feira, novembro 19, 2010

Harmonia “ tricolor”

Mais uma vez a Tita tem direito a um ‘post’, ela que entrou na nossa vida há doze anos e depressa conquistou toda a família, tornando-se mais um elemento dela.
Um animal de estimação tem um papel muito importante na nossa vida, sem sombra de duvida. ‘Sugere-nos’ sentimentos sinceros de amizade, dedicação e atenção; companheira muito dócil, apesar de independente desfruta o mais possível da nossa companhia.


Com uma personalidade bem vincada e visível, nem na brincadeira perde a pose de charme.
Sempre curiosa atenta e provocadora...









Como todos os felinos, agora que o tempo vai arrefecendo, aproveita os ainda quentes raios de sol e entrega-se a uma preguiça gostosa, tornando assim mais belo e doce o Outono do jardim.



"O menor dos pequenos felinos é, por si só, uma verdadeira Obra-Prima".
Leonardo da Vinci

sábado, novembro 13, 2010

um dia com sol

O prazer do passeio: o aroma do rosmaninho, a tranquilidade do lugar, o canto dos pássaros e a bicharada vagueando pela mata, o brilho vivo dos medronhos….
A possibilidade de escolher o percurso, em vegetação cerrada, ou por trilhos bem definidos com uma diversidade "biológica" rara e uma localização privilegiada: cenário ideal para revigorantes passeios e descontracção absoluta. Em plena harmonia com a natureza caminhamos por entre aroeiras, pinheiros mansos, bravos(!), medronheiros e carrascos, oportunidade para encher os pulmões e carregar baterias.

Sítio deslumbrante com porta aberta para o mar ali tão perto!... A Mata dos Medos

domingo, novembro 07, 2010

Um pouco de cor

Temperatura agradável em inicio de Novembro. Há ainda malmequeres florescendo no jardim fingindo que é verão; movem-se como numa última dança ao som da música do outono. Usam lindos vestidos lilás forte que parecem esvoaçar conforme a brisa. Numa noite muito breve a realidade fria e dura da geada vai acabar a festa deste ano no jardim.



segunda-feira, novembro 01, 2010

Rugas e espelhos…



Gosto de espelhos de corpo inteiro, revelam a imagem e não mentem. Quando me olho ao espelho não procuro rugas, procuro-me simplesmente a mim e gosto de procurar, descobrir e reconhecer a menina que eu sei que ainda existe, brilhando através dos meus olhos e a viver ‘cá dentro’. Por isso as rugas reflectidas no espelho revelam que o meu reflexo é feliz.
Hoje olhando-me ao espelho e re-ouvindo “rugas” na voz de Manuela Azevedo recordei o autor, A. Variações. Com emoção lembro-o ao vivo na festa do 7sete no C.Pequeno, há tantos anos...
Encantada fiquei cantando…

Rugas
já começo a ter as primeiras rugas
Rugas
começam-me a nascer as primeiras rugas
Rugas de chorar
Rugas de sorrir
Rugas de cantar, começo a franzir
................
Rugas de sentir
já começo a ter as primeiras rugas
..................
começam-me a nascer as algumas rugas

..................
in ‘Os Humanos’ – As canções que A. Variações nunca gravou

 
Free Flower Cursors at www.totallyfreecursors.com