Perfume de Jacarandá

Quem és tu. Quem és tu que assim vens pela noite adiante, Pisando o luar branco dos caminhos, Sob o rumor das folhas inspiradas? Sophia de Mello Breyner Andreson

terça-feira, abril 23, 2013

Kafka, um ilustre cágado.



O Kafka mal chega Abril começa a despertar!

Volta discreto e silencioso como sempre, impondo a carapaça com o K-amarelo já ‘desmaiado’ (precisa de retoque).




A “gateira” do Linus, situada na porta de comunicação com o jardim, está alta o que não impede o atlético e esperto-culto- Kafka de a galgar com o objectivo de entrar dentro de casa e assim chegar á cozinha, onde geralmente é presenteado com fiambre, carne ou outros pitéus.
Hábito velho este, que ele não esquece apesar dos cinco meses de hibernação!

Bem vindo mais uma vez Kafka

(clicar na foto)




quarta-feira, abril 10, 2013

Mais um encontro



'' Olha você aí de novo menina, rodopiando com o vento que vem de lá e de cá, achando que a vida ensina. Se ele bate forte você balança, se ele vem mais brando você se atira, fazendo do vento sua sorte, fazendo da brisa sua sina. ''

 Pauli Aragon




Céu azul, sem nuvens, o mar já ali…






segunda-feira, abril 01, 2013

Perfumes


Ela desliza para dentro do quintal
 Permanece ali, sentada para garantir
O silêncio macio da noite,
Um bate-papo com jasmim.
Muito lentamente, ela fala.
Jasmim, seu perfume tão doce…”


Este ano a fragrância do jasmim já não inunda o jardim, a sua explosão em flor seria agora: cresceu descontroladamente nos últimos anos, e chegou a hora da grande poda, resta apenas um tronquinho que só no próximo ano se fará sentir.
Por agora as violetas formam um tapete perfumado, os narcisos balançam ao vento, e a novidade é esta papoila selvagem! Trouxe-a da‘mata’em botão, e hoje surpreende com a sua cor!
A ode perfeita para à primavera.

Um lembrete de que a primavera chegou, como sempre fez.


(ligar o som)



 
Free Flower Cursors at www.totallyfreecursors.com