Perfume de Jacarandá

Quem és tu. Quem és tu que assim vens pela noite adiante, Pisando o luar branco dos caminhos, Sob o rumor das folhas inspiradas? Sophia de Mello Breyner Andreson

segunda-feira, julho 21, 2014

Summer Time


O café da manhã é tomado à sombra da goiabeira com vista para as hortenses e dálias amarelas. Nestes dias de céu azul paira uma tranquilidade muito particular. O  jardim cheira a verão: o mesmo é dizer há  pássaros, sons, flores e muito, muito mais… Esses mesmos pássaros que me acordam cantando pela manhã: curioso como ao amanhecer e entardecer celebram a luz e a escuridão com a mesma canção!
É tempo de esperar o  fim de dia alaranjado em que  as cores mudam a cada momento, os tons dourados chegam e dançam sobre a água, e a bola de fogo cai no horizonte. Somos muitos por vezes neste espectáculo, como na última 6ª feira. Espetáculos impares que em cada dia apresentam um tom diferente, e me fazem sentir privilegiada pela natureza.
É de facto tempo de apreciar o nascer  e o pôr do sol, tempo de meditação,  poesia e contacto com a natureza…






segunda-feira, julho 07, 2014

Pequenos-grandes mimos




Recebo presentes que não vêm embrulhados em fino papel nem com laços coloridos… mas parece virem com uma mensagem a dizer-me para  partilhar! esta abelinha, escolheu a minha dália para afanosamente trabalhar no seu espaço.
Como admiro as abelhas! Num voo permanente fazem um trabalho essencial, buscar o néctar e o pólen. Uma boa polinização garante a variabilidade genética-vegetal e a formação de bons frutos: ao buscar o seu alimento nas flores, levam junto ao corpo o pólen para outras plantas tornando-se portanto indirectamente responsáveis pela produção de alimentos: frutas, legumes e grãos.
Este meu pequeno hóspede deixou-se fotografar calmamente, depois virou-se...e foi-se

  
 “A melhor maneira de pagar por um momento encantador é apreciá-lo.” Richard Bach


 
Free Flower Cursors at www.totallyfreecursors.com