Perfume de Jacarandá

Quem és tu. Quem és tu que assim vens pela noite adiante, Pisando o luar branco dos caminhos, Sob o rumor das folhas inspiradas? Sophia de Mello Breyner Andreson

terça-feira, abril 28, 2015

O lilás



Minha avó tinha vários lilases no quintal e apesar de ainda muito pequena apreciava-os: hoje fazem parte das minhas memórias de infância; era também, lembro, a flor preferida de minha mãe.
Há dias num dia-cinza-frio, que parecia de inverno, apesar do calendário dizer que é primavera deparei-me com esta lilás- flor e isso me fez feliz. O céu nublado não diminuiu  a beleza da paleta que a natureza oferece, senti que o sol brilhou e me aqueceu interiormente.
Prazeres simples que satisfazem, momentos felizes que nos fazem voar no tempo. O lilás da minha infância…estava ali!
‘coisas’ que nos acompanham ao longo da vida, carregando grande cumplicidade-afectividade e sentimentos incondicionais. 






quinta-feira, abril 09, 2015

Da nascente…





Alturas há  em que ‘o peso sobre os ombros’ é muito e sentimos uma necessidade de mudança de ares, de espaço, porventura  um encontro com a natureza e tudo que a faz vibrar, em ritmo cadenciado e são, habitado de cores suaves.
Num breve intervalo de tempo repomos as energias, e encontramos o doce sentimento de estar bem. Aqui na nascente do rio Nabão sente-se.
A água correndo em  melodia suave é calmante e reconfortante e é como se mergulhássemos no fundo do rio/ encontrássemos um tesouro esquecido.





 
Free Flower Cursors at www.totallyfreecursors.com