Perfume de Jacarandá

Quem és tu. Quem és tu que assim vens pela noite adiante, Pisando o luar branco dos caminhos, Sob o rumor das folhas inspiradas? Sophia de Mello Breyner Andreson

segunda-feira, novembro 01, 2010

Rugas e espelhos…



Gosto de espelhos de corpo inteiro, revelam a imagem e não mentem. Quando me olho ao espelho não procuro rugas, procuro-me simplesmente a mim e gosto de procurar, descobrir e reconhecer a menina que eu sei que ainda existe, brilhando através dos meus olhos e a viver ‘cá dentro’. Por isso as rugas reflectidas no espelho revelam que o meu reflexo é feliz.
Hoje olhando-me ao espelho e re-ouvindo “rugas” na voz de Manuela Azevedo recordei o autor, A. Variações. Com emoção lembro-o ao vivo na festa do 7sete no C.Pequeno, há tantos anos...
Encantada fiquei cantando…

Rugas
já começo a ter as primeiras rugas
Rugas
começam-me a nascer as primeiras rugas
Rugas de chorar
Rugas de sorrir
Rugas de cantar, começo a franzir
................
Rugas de sentir
já começo a ter as primeiras rugas
..................
começam-me a nascer as algumas rugas

..................
in ‘Os Humanos’ – As canções que A. Variações nunca gravou

51 Comentários:

  • Às 1 de novembro de 2010 às 21:18 , Blogger MagyMay disse...

    Marcas de que se não anda por cá em vão.

    Beijos para ti

     
  • Às 1 de novembro de 2010 às 21:38 , Blogger MZ disse...

    A vida segue em frente e do espelho só temos de tirar o melhor.

    Bonito conselho o seu!
    Bjs

     
  • Às 1 de novembro de 2010 às 21:52 , Blogger Chica disse...

    São marcas que a vida nos dá!Linda foto1beijos,chica e ótimo NOVEMBRO pra ti!

     
  • Às 1 de novembro de 2010 às 22:17 , Blogger Mona Lisa disse...

    Rugas são marcas de sabedoria, experiência de vida...

    Beijos.

     
  • Às 1 de novembro de 2010 às 22:55 , Blogger gaivota disse...

    rugas são espaços de vida...
    sinais de existência...
    as minhas dizem muitoooooooooo
    beijinhos

     
  • Às 2 de novembro de 2010 às 01:35 , Anonymous Anónimo disse...

    ...este post e esta photogr lilás tá um espanto.!!!
    Tb tenho rugas e um espellho
    e gosto de tudo o que Variações escreveu, sempre mtº autobiografico...

    SN

     
  • Às 2 de novembro de 2010 às 02:18 , Blogger Petrus Monte Real disse...

    Gostei... e por isso fiquei algum tempo a arrumar ideias.
    Obrigado pela palavra, música e beleza do olhar que não se vê, mas se adivinha.
    Bjs

     
  • Às 2 de novembro de 2010 às 04:30 , Blogger Sônia Silvino disse...

    O que mais importa, amiga, é ser feliz!
    Beijocas, queriiiida!

     
  • Às 2 de novembro de 2010 às 07:08 , Blogger Micas disse...

    Faço minhas as palavras da "Gaivota", eu já vou tendo algumas...
    Gostei mt deste post.
    Bjs

     
  • Às 2 de novembro de 2010 às 12:40 , Blogger Pedrasnuas disse...

    A CHATICE DAS RUGAS...HONESTAMENTE NÃO GOSTO DELAS MAS NADA A FAZER...APENAS ACEITÁ-LAS...

    BJS

     
  • Às 2 de novembro de 2010 às 13:20 , Blogger Flor de Lótus disse...

    "Por favor, não retoque minhas rugas levei muito tempo para ganhá-las".As rugas são as marcas da vida,dos momentos de dor, sofrimento e de muits alegrias, elas fazem parte da nossa história.
    Um ótimo dia!
    Beijos

     
  • Às 2 de novembro de 2010 às 16:11 , Blogger Lilazdavioleta disse...

    Lilá(s),
    as do coração é que são preocupantes .
    Aí não as tens , aposto .

    A foto de corpo inteiro está óptima.

    Bom teres recordado António Variações .

    Um beijo

     
  • Às 2 de novembro de 2010 às 16:42 , Blogger piedadevieira disse...

    São as marcas da vida, para que procurá-las?
    Gosto muito desse liame: rugas- espelhos.
    Beijos

     
  • Às 2 de novembro de 2010 às 16:57 , Blogger Dalva disse...

    Oi, Lilá (s)!

    Também gosto de espelhos... cada uma de nossas rugas têm uma história para contar. E (que os produtores de cosméticos não nos ouçam!) também acho que elas não dão um ar de grande beleza, já que mostram as experiencias pelas quais passamos. Cito um trechinho de Lya Luft que gosto muito:

    "Meu coração se transforma a cada experiência.Mas ainda palpita, sobressalta e se assusta. Ainda é vulnerável como quando eu tinha dez anos."

    Beijinhos!

     
  • Às 2 de novembro de 2010 às 17:00 , Anonymous Anónimo disse...

    Princesa
    Que pena não mostrares o teu sorriso esse sim é lindo e sempre tão jovial e contagioso...que foto maravilhosa e dizeres tão "lilás" claro...pessoas como tu são únicas.
    Beijo
    A.P.

     
  • Às 2 de novembro de 2010 às 18:26 , Blogger lis disse...

    Oi Lilá(s)
    ninguém quer as rugas, mesmo sabendo-as tão nossas e tão expressivas ! rs
    o espelho comprova que o tempo não pára e as marcas refletidas ,como diz a musica são marcas de chorar e de sorrir.
    Ninguém consegue fugir .
    linda foto da nossa Lilá(s).
    parabéns
    mando beijinhos

     
  • Às 2 de novembro de 2010 às 19:39 , Blogger Paloma disse...

    Passei a me conformar com as inume-
    ras rugas a partir do momento que
    vi muitas pessoas ficarem pelo cami
    nho,não tendo a chance de ter rugas
    Mas,de fato, os espelhos não mentem
    Abraços

     
  • Às 2 de novembro de 2010 às 19:41 , Blogger Graça Pereira disse...

    Lindo o teu texto...inteligente, de quem "sabe envelhecer"...
    As minhas rugas...são rugas de viver...e como as amo!
    Beijo
    Graça

     
  • Às 2 de novembro de 2010 às 21:22 , Blogger Xana disse...

    Eu tb não nego, começaram a aparecer as primeiras rugas, e o meu amor diz k fico munita :)...
    beijinhos amiga

     
  • Às 2 de novembro de 2010 às 22:43 , Blogger Pitanga Doce disse...

    É pra falar? Então vamos lá. "Tás bem na fita", Lilás. O "corpitcho" veste 38 (daqui). Gosto do A. Variações. Fazia lembrar o nosso Raul Seixas. Os dois têm aquelas músicas que vamos cantar a vida toda, mesmo depois dos dois terem partido cedo.
    Quanto às rugas, não há ninguém que goste delas. Nããã! Nós as suportamos e as sufocamos com a Vichy. hehehe

    Beijos, Lilas.

     
  • Às 2 de novembro de 2010 às 22:55 , Blogger RETIRO do ÉDEN disse...

    Obga.pela visita e comentário.
    Assim, vou sentindo força de vontade para continuar com o nosso blogue.
    Estou numa fase de não ter inspiração para comentar.
    Visito-vos leio e fico por aí, no meu egoísmo de saciar-me e não comentar! me perdoa...tudo passa...
    Também tenho rugas, muitas rugas, mas nem olho o espelho...pois só vejo muita tristeza...
    Forte abraço
    Mer

     
  • Às 3 de novembro de 2010 às 00:44 , Blogger Fátima disse...

    As marcas do tempo...as interiores...essas não conseguimos apagar nem mesmo com o socorro de muitos cirurgiões não é minha querida.
    Só a nós mesmas o espelho reflete a real imagem,a que nos é legítima e fiel,vista com olhos de quem sabe exatamente como a vida passou por aquele corpo e as cicatrizes (mesmo que invisíveis)que alí deixou.

    Agradeço seu carinho,adoro viu!

    Beijinho no coração.

     
  • Às 3 de novembro de 2010 às 13:38 , Blogger maria teresa disse...

    Alguém o disse: "Rugas são condecorações que o tempo nos deu!"
    Abracinho meu

     
  • Às 3 de novembro de 2010 às 14:53 , Blogger Fa menor disse...

    Ui, as rugas... e os espelhos.
    Realmente são melhores os de corpo inteiro. :)

    Beijinhos

     
  • Às 3 de novembro de 2010 às 15:15 , Blogger Rosa dos Ventos disse...

    Não sou muito de me olhar no espelho mas desde que comecei a ver reflectida nele a minha mãe passei a perder uns minutos por dia para lhe retribuir o sorriso! :-))

    Abraço

     
  • Às 3 de novembro de 2010 às 17:50 , Blogger contagotas disse...

    Miga, adoro António Variações. Partiu precocemente, deixando-nos antever um pouco da riqueza que tinha para nos dar. Será sempre lembrado como alguém a quem a vida roubou o tempo.
    Agora as rugas, nem tanto. O problema é que a única maneira que temos de as evitar é partir precocemente como o António Variações.

    Bj
    MariaIvone

     
  • Às 3 de novembro de 2010 às 19:29 , Blogger ONG ALERTA disse...

    Estas chegam com o tempo trazendo marcas da vida...beijo Lisette.

     
  • Às 3 de novembro de 2010 às 19:38 , Blogger AVOGI disse...

    rugas? nos outros sim, em nós não!!
    cada dia que passa descubro e se pensam que vou deixar de rir e sorrir para nao crias as rugas enganam-se.
    kis :)

     
  • Às 3 de novembro de 2010 às 20:48 , Blogger Li Dias disse...

    "As rugas deviam indicar apenas onde os sorrisos estiveram."
    (Mark Twain)

    Bjs!

     
  • Às 3 de novembro de 2010 às 22:06 , Blogger Pelos caminhos da vida. disse...

    Marcas de vivência...

    beijooo.

     
  • Às 3 de novembro de 2010 às 22:10 , Blogger Multiolhares disse...

    devemos saber envelhecer pois faz parte da vida
    beijinhos

     
  • Às 4 de novembro de 2010 às 00:33 , Blogger Sônia Silvino disse...

    Lilá querida!
    Vim ler as novidades
    e dizer que gosto muito de você!!!
    Trouxe comigo...
    DESEJOS
    Desejo a você...
    Fruto do mato
    Cheiro de jardim
    Namoro no portão
    Domingo sem chuva
    Segunda sem mau humor
    Sábado com seu amor
    Filme do Carlitos
    Chope com amigos
    Crônica de Rubem Braga
    Viver sem inimigos
    Filme antigo na TV
    Ter uma pessoa especial
    E que ela goste de você
    Música de Tom com letra de Chico
    Frango caipira em pensão do interior
    Ouvir uma palavra amável
    Ter uma surpresa agradável
    Ver a Banda passar
    Noite de lua cheia
    Rever uma velha amizade
    Ter fé em Deus
    Não ter que ouvir a palavra não
    Nem nunca, nem jamais e adeus.
    Rir como criança
    Ouvir canto de passarinho.
    Sarar de resfriado
    Escrever um poema de Amor
    Que nunca será rasgado
    Formar um par ideal
    Tomar banho de cachoeira
    Pegar um bronzeado legal
    Aprender um nova canção
    Esperar alguém na estação
    Queijo com goiabada
    Pôr-do-Sol na roça
    Uma festa
    Um violão
    Uma seresta
    Recordar um amor antigo
    Ter um ombro sempre amigo
    Bater palmas de alegria
    Uma tarde amena
    Calçar um velho chinelo
    Sentar numa velha poltrona
    Tocar violão para alguém
    Ouvir a chuva no telhado
    Vinho branco
    Bolero de Ravel
    E muito carinho meu.
    ________________________
    Carlos Drummond de Andrade
    ________________________
    Beijocas, muitas!!!
    Sônia Silvino's Blogs
    Vários temas & um só coração!

     
  • Às 4 de novembro de 2010 às 00:36 , Blogger Cristina Fernandes disse...

    Os caminhos que a vida traça na pele... gostei de te reler...
    Bjs
    Chris

     
  • Às 4 de novembro de 2010 às 10:07 , Blogger O Báu da Mimi disse...

    Lindo texto...
    Beijinhos*

     
  • Às 4 de novembro de 2010 às 20:47 , Blogger poetaeusou . . . disse...

    *
    um Variações sem rugas,
    que nos deixou na memória !
    ,
    conchinhas,
    ,
    *

     
  • Às 4 de novembro de 2010 às 20:59 , Blogger Flor de Lótus disse...

    Espelhos sempre me fascinaram,mas prefiro olhar meu rosto apenas, hoje já estou mais feliz com meu corpo,mas ainda não plenamente satisfeita...
    Beijos

     
  • Às 4 de novembro de 2010 às 21:31 , Blogger Pedrasnuas disse...

    RUGAS E ESPELHOS PARA MIM NÃO COMBINAM...OS ESPELHOS DESCOBREM TUDO...NÃOOOOO

    BJS

     
  • Às 4 de novembro de 2010 às 21:36 , Blogger Braulio Pereira disse...

    ay... que linda

    tens vida

    tens perfume de flor


    beijos !!!

     
  • Às 5 de novembro de 2010 às 02:43 , Blogger São disse...

    Nunca farei plásticas para apagar as marcas da vida que tanto trabalho me tem dado, rrss

    Agradeço que vá até ao "são"

    Bom final de semaana

     
  • Às 5 de novembro de 2010 às 09:19 , Blogger Maria Clarinda disse...

    Maravilha...e acredita eu tenho orgulho nas minhas, pois cada uma delas marca um período da minha vida.
    Jhs

     
  • Às 5 de novembro de 2010 às 20:01 , Blogger Justine disse...

    Belíssimo, o teu texto. Sinto como tu: é bom envelhecer, mantendo cá dentro o gosto pela vida e a curiosidade pelas coisas! As rugas? São apenas sulcos do tempo que já vivemos...

     
  • Às 5 de novembro de 2010 às 22:13 , Anonymous Anónimo disse...

    Querida colega, a fotografa está de parabéns! gostei!
    Será que tu envelheces? dúvido...conheci-te com 22 anos e pareces estar na mesma!
    Beijinhos

     
  • Às 6 de novembro de 2010 às 11:50 , Anonymous Anónimo disse...

    olá pessoa linda! que suavidade na imagem e texto encantador!!!
    beijo lilás
    Sereiazinha

     
  • Às 6 de novembro de 2010 às 13:31 , Blogger AC disse...

    Curioso, também estive nessa festa!
    (Foi ontem, não foi?!)
    A serenidade das suas palavras encanta-me sempre, reveladoras dum olhar sobre o melhor da vida...

    beijo :)

     
  • Às 6 de novembro de 2010 às 16:02 , Blogger lis disse...

    Oi Lilá(S)
    Voltando pra deixar o endereço do blog da Yasmine:

    http://yasminelemosrn.blogspot.com/

    quem sabe assim voce consegue ir lá
    o meu link nas duas capas dos livros me leva direitinho, nao sei o que pode ter dado errado pra ti.
    Fica o abraço e o carinho

     
  • Às 6 de novembro de 2010 às 20:15 , Blogger Há.dias.assim disse...

    Também gosto muito desta canção.
    Hoje olhei-me com mais atenção e descobri mais cabelos brancos e rugas também. Não lamento!

     
  • Às 7 de novembro de 2010 às 17:01 , Blogger Tatiana disse...

    As marcas fazem parte do que somos agora... viver é assim!
    Lindo post!
    Tenha uma semana maravilhosa!
    Beijos com meu carinho

     
  • Às 8 de novembro de 2010 às 16:22 , Blogger Manuela Freitas disse...

    E eu que estava convencia que tinha deixado aqui um comentário!!!
    Não gosto muito de espelhos, porque na verdade tenho uma visão de mim, que não é igual à real!!!!
    Quanto a rugas, há uma coisa boa, vão surgindo devagar e vou assimilando!...rsrs
    Beijinhos,
    Manú

     
  • Às 13 de novembro de 2010 às 10:58 , Anonymous Anónimo disse...

    Lindos tons lilás amiga minha.
    Beijo grande

     
  • Às 14 de novembro de 2010 às 15:07 , Blogger Valquíria Oliveira Calado disse...

    Olá, vim desejar-te um lindo domingo,com uma abençoada semana, deixo também um abraço.

    Meus espaços te esperam com aconchego de amiga.

    http://valvesta.blogspot.com/
    http://hanukkalado.blogspot.com/
    serás bem vinda.

     
  • Às 10 de novembro de 2012 às 21:24 , Blogger Pérola disse...

    Rugas.

    Eis um facto de que não se consegue fugir.

    O tempo corre mais veloz que eu.
    Fico estafada, de boca aberta e ele a rir-se de mim, com avanço...

    Preciso de mudar de atitude.
    Quem me dera conseguir-me olhar ao espelho como tu: ver a menina que me sinto.

    beijinho e obrigado pela linda partilha

     

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial

 
Free Flower Cursors at www.totallyfreecursors.com