quarta-feira, maio 22, 2013

O meu castelo…




"Falta-me o meu castelo cheio de sol entrelaçado de madressilvas em flor; falta-me tudo o que eu tinha dantes e que eu nem sei dizer-te o que era... É a história da minha tristeza. História banal como quase toda a história dos tristes.»

(Florbela Espanca)




57 comentários:

Graça Sampaio disse...

A mim também... (sem saudosismo)

Ailime disse...

Olá amiga, e como me sinto também prisioneira num castelo onde as flores estão cada vez mais murchas e o sol perdeu o brilho. Um beijinho Ailime

Eu disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Agulheta disse...

Penso que não seja só ela ou"todos" sempre nos encontramos prisioneiros,seja em castelos ou gaiolas.
Beijos

✿ chica disse...

Muito lindo!!Adorei! beijso,até a volta!chica

Mona Lisa disse...

Sinto-me assim...perdida...

Fantástica foto.

Beijinhos.

Isa Lisboa disse...

Uma bela perspectiva! :)

Beijo

Isa Lisboa
=> Instantâneos a preto e branco
=> Os dias em que olho o Mundo
=> Pense fora da caixa

Flor de Jasmim disse...

Como eu entendo e sinto essas palavras bem cravadas em meu coração, sinto-me perdida amiga, acredita, não consigo escrever mais, desculpa.

beijinho e uma flor

ALUISIO CAVALCANTE JR disse...

Querida amiga

Há sempre
um pouco de dor
nos corações
de quem vive
e deseja amar...

Ser feliz não é um direito,
mas um dever...
Seja feliz... Faça feliz...

Estela disse...

Era uma vez um castelo rodeado de madressilvas perfumadas...
Bjs.

Nilson Barcelli disse...

Todos precisamos de um castelo...
Um beijo minha querida amiga Lila.

Maria Alice Cerqueira disse...

Querida amiga
Vim para lhe dizer que não me esqueci de ti, nem deste lindo cantinho, peço desculpas pelo meu silencio, mas tem sido por conta da vida, que em certas vezes nos pede um pouquinho de tempo para ela mesma. Vida que apesar de nos trazeres muitos desafios a desvendar, nos trazes a serenidade de te viver com muita alegria, paz e amor.
Peço desculpas pelo recadinho montadinho, eu queria muito passar pelo seu cantinho para e ficar por mais tempinho e desfrutar do aroma deste lindo lugar, pode demorar um pouquinho, mas voltarei.
Tenha uma linda tarde coberta de muita paz e Amor!
Com carinho
Abraço amigo
Querida amiga se poder venha conhecer o meu site. http://www.mariaalicecerqueira.com.br/
O meu muito Obrigado de todo o meu coração. Que Deus os abençoe!

Li Dias disse...

E você nem imagina como isso para mim é verdadeiro...no momento.

bjs

Zilani Célia disse...

OI LILÁ(S)!
FLORBELA, COM SEUS VERSOS SENTIDOS, TRISTES E LINDÍSSIMOS.
ESCOLHA MARAVILHOSA.
ABRÇS
http://zilanicelia.blogspot.com.br/

Carmen Lúcia.Prazer de Escrever disse...

Oí Lilás,que lindo poetar de Florbela Espanca!Todos nós gostaríamos de viver em um castelo,entrelaçado de flores.

Obrigada da visita e comentário.

bjs

Carmen Lúcia-mamymilu.blogspot.com

Mary disse...

Lindo blog...

Bjo

Lis Fernandes disse...

Lindo post!
Nós fazemos os nossos castelos, as nossas prisões...
Beijos, lindo final de semana.
Lis

Listel disse...

Oi minha querida amiga, sinto a tua dor.
Lembrei-me... que podemos chorar porque as rosas tem espinhos ou podemos festejar o facto de os espinhos terem rosas.
Abracinho de luz

Lúcia Bezerra de Paiva disse...

Sempre triste e belo, o que vem de Florbela. "O meu castelo", é lindo!

Beijos, Lilá(s)!

São disse...

Desconhecia este texto de Florbela.

O castelo é lindo...

Bons sonhos

Anne Lieri disse...

Muito linda e comovente poesia vc escolheu!Acho que não existe ninguem que não sinta falta de algo em sua vida.bjs,

Magia da Inês disse...

¸.•°❤❤⊱彡

Gosto de flores mas não conheço madressilvas, dizem que são muito perfumadas.

Bom fim de semana!
彡❤❤ Beijinhos do Brasil

irene alves disse...

Gosto muito de Florbela Espanca,
era uma alma muito sensível.
Pena a sua morte tão nova.
Mas ainda bem, que há muitos a
recordarem-na através de várias
formas.Gostei muito do filme
que recentemente estreou, com a Dalila Carmo.
Bom fim de semana.
Beijinhos
Irene Alves

Emília Pinto e Hermínia Lopes disse...

Sempre nos falta alguma coisa que tivemos no passado; temos agora outras, nem sempre melhores e quando assim é a tristeza nos invade e uma saudade nostálgica nos assola. Amanhã, se a vida o permitir, novos momentos teremos e ficamos sempre com a esperança de que sejam bons e a tristeza dê lugar à alegria. Um bom fim de semana, amiga, cheio de serenidade. Um beijinho e obrigada pela partilha.
Emília

Justine disse...

Ah, como eu sinto falta do que tinha dantes! E como entendo a Florbela...

Lilazdavioleta disse...

Não sei falar de castelos , mesmo entrelaçados de madressilvas em flor .
Mas de tristeza , que nos vai matando lentamente , sim .
Resta - nos , porém , a esperança ...

Um beijo , Lila .

Rita disse...

Boa tarde !!!
Bom sábado ......
Vim deixar um abraço, que seu final de semana seja cheio de paz.
Tem sempre um post valioso, que adoro, o que é muito bonito

-Uma frase.-

Um amigo me chamou pra cuidar da dor dele, guardei a minha no bolso. E fui.

Clarice Lispector

Abraços
Rita!!!!

MARILENE disse...

Adorável Florbela! A tristeza tem profundidade para quem a sente. Muitas vezes, para os demais é banal. Bjs.

Lídia Borges disse...


Falta-nos o "nosso" castelo.

Teremos de o reconquistar!


Um beijo

Vento disse...

a fotografia está fantástica, lindamente enquadrada
mas tu, Lila, não tens nada de triste
tens sol a jorros, tens mar, dunas
tens o kafka e um gato lindo
e tens jardins com muitas flores lindas
tens também uma sensibilidade extraordinária para as coisas belas

bjs
até logo



Lucia Costa Siqueira disse...


Linda poesia vc escolheu..
Amei!!
Agradeço seu carinho e vst
Ótima semana
Bjsss

greentea disse...

há dias em que tudo nos falta...mas há que partir para outra (viagem)!

Rosa dos Ventos disse...

Andamos todos/as mergulhados em tristeza e a recordar aquilo que nos fazia felizes...um castelo, uma praia, um jardim, um sorriso, uma sala cheia de gente...

Abraço

LUZ disse...

Florbela nunca soube muito bem o que queria.

Se tivesse um castelo, queria uma cabana humilde, uma gruta, ou vice-versa.

As pessoas pouco "normais", são sempre assim.

Beijos da Luz.

Mz disse...

Na vida, temos momentos em que também nos faltam coisas que por vezes, nem sabemos bem o que são; apenas sentimos falta.


Que o teu castelo esteja sempre bem claro na tua vida e que quando te falte algo, o reconheças de imediato.

Um abraço grande,
Bjs

Fê Blue bird disse...

Um sentimento que também partilho totalmente.
A imagem, magnífica.

beijinho amiga tem uma boa semana

poetaeusou . . . disse...

*
Espanca,
a eterna insatisfeita !
,
um mar de estima,
deixo,
*

Pérola disse...

Falta-me o meu castelo...

A música é sublime.

beijo

Nilson Barcelli disse...

Um beijo, querida amiga Lila.

Fa menor disse...

Que belíssima foto!
Poema muito bem escolhido.

Bj

AC disse...

Há olhares que fixam em histórias que se repetem, há olhares que se prendem a histórias que se transfiguram, com ou sem castelo...

Beijo :)

Mary disse...

Obrigada pelo carinho da visita.

Bjo querida Florbela!

lis disse...

Florbela Espanca, uma poetiza que fez da sua vida breve _morreu aos 36 anos,uma constante inquietação que transformava em poesia.Era triste,como são as almas dos poetas,
Castelos_ só os de Portugal rs que são lindos , os outros são mesmo de areia e se desmancham... rsrs
abraços lila

ONG ALERTA disse...

Castelos são de areia....vem a onde e voltamos a ilida.
Beijo Lisette.

Maria Teresa Fheliz Benedito disse...

Que belo olhar de Florbela, sempre linda em seus dizeres.
A doce música casou perfeitamente com os dizeres dela, bela escolha.
Um beijo em seu coração.

elvira carvalho disse...

Muitas vezes os castelos que nos aprisionam são a própria vida disfarçada.
Se puder, dê um saltinho ao Sexta, que em dia de aniversário gostaria de receber todos os amigos.
Um abraço

Lis Fernandes disse...

Olá querida Lilás!
Passando pra agradecer a visita e desejar um bom feriado.
Beijos e o meu carinho.
Lis

Graça Pereira disse...

Não falta nada: está tudo aqui! O castelo, o jardim onde cantam os passarinhos, a castelã que toca primorosamente piano e a poesia que emociona... e eu sonhei!
Obrigada, meu Lilás.
Beijo
Graça

Filha do Rei disse...

Que maravilhosas palavras e visão de Florbela. Parabéns pela escolha.Bjs

Magia da Inês disse...

¸.•°❤❤⊱彡
Boa continuação da semana!
Beijinhos
¸.•°❤❤⊱彡

Filha do Rei disse...

Oiii!!POdes levar contigo a oração.Obrigada pelo carinho.

Suzane Weck disse...

Ola,acredito que todo nós construímos nossos castelos interiores onde povoam nossos sonhos e nossas decepções,quem não os tem está de alma vazia.....Beijus...SU

Roseli disse...

Olá querida, ri do seu comentário lá no meu cantinho, é que por falta de inspiração, tirei do fundo do baú a minha postagem, mas agradeço seu carinho de sempre. Beijinhos para ti e uma abençoado final de semana viu.
Estou me sentindo assim, como sua postagem. Amei.

SOL da Esteva disse...

Querida
Conseguiste materializar o Poema da Florbela, minha mentora de loga data, com a excelência duma imagem apropriada.



Beijos



SOL

O meu pensamento viaja disse...

Amo Florbela. já idolatrei, quando menina, como todas as meninas, querendo morrer de amor.

Fico como seguidora.
Vem visitar-me! Vem! e se gostares, por lá te instales.
Beijo da Nina

Elisa T. Campos disse...

Os castelos sempre nos fascinam, mas quando acordamos e caminhamos entre as salas sombrias, só resta contar com a esperança.

Linda postagem como sempre.
Bjs.

Parapeito disse...

um excelente momento...poema,foto e musica,,e o cheiro a madressilva :)
brisas doces**