quarta-feira, maio 06, 2009

Cairam, leves no passeio

São ainda poucas
e só mesmo na copa das árvores
a alegria da longa espera num sorriso que antecipa o prazer do reencontro.
Foi assim hoje.
A perfeição das flores dos jacarandás é um presente que nos será dado em pleno, daqui a mais alguns dias.
São assim os meus pequenos nadas, olhar à volta e "ver".

da suavidade e frescura de uma flor, surge um perfume





Flor do jacarandá
Cai, leve no passeio
Céu d´outro mar sonhado
Chão de anilado estio.
A florir, lá no mês de sonho tapete de voar
Nas luas de zefiro
Estrada de santiago
Manda a... chuva de estrelinha, azul pavão
Brilha na noite
Vou de namorada, mão na mão
Perdi a escada para o céu
Dos pardalinhos
Na ilusão da boa fada
Toco na varinha de condão
Durmo na rua onde a...


Vitorino - Flor de Jacarandá

11 comentários:

Pico minha ilha disse...

Olhar e ver a beleza das coisas nos enche a alma.Beijinhos

Anónimo disse...

sabes? sou ainda muito verde nestas lides de informática mas,sempre que aqui venho sinto como se estivesse junto a ti, amiga de há tantos anos...tens o condão de encantar...és aquela pessoa que toda a minha vida admirei,obrigada por existires amiga.
Beijo grande
Ana P.

MagyMay disse...

E olhar à volta e "ver" não será privilégio de alguns???

(não resisto, esta tem de "sair":
Eu tenho dias em que "vejo"...almondegas...rs)

Beijo com flores de jacarandá

Vicktor disse...

Querida Lilás
Escreveste um poema prosando. Juntaste-lhe um poema do Vitorino que tem o odor do cálido Alentejo. Tudo isto partilhaste com teus amigos. Quisera eu acrescentar algum valor mais a tão bela partilha para tal não teria engenho.
Então... digo-te somente: Parabéns, uma vez mais, por teres um dia decidido criar este espaço de tanta cor, cheirinhos e musicalidade.
Beijinhos.

Anónimo disse...

Mas nem todos conseguimos ver o lado bom das coisas,isso só tu consegues em todos os momentos e isso te torna diferente e unica.
Beijos
Bia

O Profeta disse...

A maresia adormeceu na areia
O mar transformou-se em espelho de água
Uma nuvem mirou-se nele
Verteu uma última gota de mágoa

Este sol que beija a ilha na manhã
Traz um sorriso cheio de mistério
Este verde orvalhado pela bruma da noite
É o tapete de um Deus no seu império




Bom fim de semana


Doce beijo

poetaeusou . . . disse...

*
Jacarandá
das minha violáceas,
roxos, lilases, violetas,
,
Quem o olhava bebia
Quem o olhava escutava
O jacarandá florido
Que o silêncio cantava
,
in-Matilde Rosa Araújo
,
Conchinhas violáceas,
,
*

Sónia Alexandra disse...

Passei para te desejar um óptimo fim de semana, repleto de coisas boas. jinhossssssssssssssssss

Papoila disse...

Domo bem dizes esses pequenos nadas que devemos ver são a vida que brota à nossa volta...
Perfume e leves flores de jacarandá...
Lindo!
Beijos

Isa disse...

Este teu cantinho é repousante! Eu
q.estou sempre em "actividade",
qdo aqui entro fico muito tranquila.
Vejo tudo lindo,à minha volta.Vou
ficando um pouco mais e...é bom.
Beijo.
isa.

Observador disse...

Este espaço é parecido com um que conheço ali para os lados de Vale Figueira.
Ou seja, agradável.

E até que enfim (se calhar já venho atrasado) já tens um blogue...

:)