Perfume de Jacarandá

Quem és tu. Quem és tu que assim vens pela noite adiante, Pisando o luar branco dos caminhos, Sob o rumor das folhas inspiradas? Sophia de Mello Breyner Andreson

sexta-feira, dezembro 04, 2009

Momentos

É bom sentir a lareira acesa, o calor que aquece a casa, a ambiência a média luz; as pinhas e troncos de azinho ardendo, a chama colorida, o laranja e amarelo brilhantes, mais tarde as brasas vermelhas.
O cacau, à moda antiga, bem puro e escuro, fumega na chávena; exala um aroma bem forte.
As lareiras proporcionam um ambiente especial e aconchegante que convidam a sonhar: a chama, a calma, as imagens que passam em flashes iluminados.
É bom estar em casa sentindo o vento e a chuva lá fora.
Olho em volta e saboreio.


32 Comentários:

  • Às 4 de dezembro de 2009 às 19:27 , Blogger Mona Lisa disse...

    Olá

    É uma companhia viva e acolhedora...
    Olhando-a vou aonde me leva o sonho e a imaginação...

    Bjs.

     
  • Às 4 de dezembro de 2009 às 22:32 , Blogger Pedrasnuas disse...

    E HÁ LÁ COISA MELHOR QUE UM MOMENTO DESSES?

    SE É BOM ESTAR EM CASA ENQUANTO O CÉU CHORA LÁ FORA...

    VALE A PENA ENCHER OS OLHOS, A BOCA, AS NARINAS ...DESSE AMPLO SONHAR...

    BJS

     
  • Às 4 de dezembro de 2009 às 22:52 , Anonymous Milu disse...

    Olá Lilás!
    Gosto muito desta imagem, porque uma lareira acesa me sugere uma imagem de harmonia e conforto, mas confesso que prefiro um aquecedor eléctrico, porque me posso sentar quase em cima dele, enquanto na lareira o calor dissipa-se não sei para onde, o que é certo é que não me aquece como eu gosto. O ideal é poder ter as duas coisas, a lareira acesa por ser uma festa para o nosso olhar e o aquecedor para melhor chegar junto às pernas! :D
    Um beijinho.

     
  • Às 4 de dezembro de 2009 às 23:49 , Blogger Sereia disse...

    Boa noite amiga...
    Obrigado pela visita.
    Um beijo grande...
    Amei a sua postagem,muito acolhedora.

     
  • Às 5 de dezembro de 2009 às 00:15 , Blogger Gata Lili disse...

    Sua casa é linda e tem cara de aconchegante...ah aqui em Fortaleza não podemos nos dar este luxo. O calor aqui é grande demais e a cada dia fica mais quente.

     
  • Às 5 de dezembro de 2009 às 11:37 , Blogger Méon, disse...

    É bom!
    E é muito bom reconhecer o que é bom quando está a sê-lo.
    Há quem só o reconheça tempos depois, incapazes que são de viever intensamente o presente.
    essa sabedoria, eu encontro-a aqui.
    Obrigado.
    Saudações!

     
  • Às 5 de dezembro de 2009 às 12:29 , Anonymous Anónimo disse...

    Oh que bom ter o conforto,
    Debaixo deste telhado,
    Onde o ramo mesmo torto
    Nos dá fogo redobrado.

    Brilha a brasa na lareira
    Sempre, sempre a crepitar,
    Louvada seja a fogueira
    Que aquece o nosso 'aldeia-lar'.

     
  • Às 5 de dezembro de 2009 às 14:05 , Blogger Mada disse...

    Lareira, faz lembrar as belas musicas de José Cid. Linda imagem !!! Bjoss e obrigada pela visita meu anjo !!!

     
  • Às 5 de dezembro de 2009 às 16:38 , Blogger Avelaneira Florida disse...

    E que quentinha e aconchegante esta me parece!!!!!
    Que bom!!!!
    Sobretudo porque se adivinha a excelente companhia e a intensa partilha!!!!

    Bom repouso! Bons momentos!
    Bjkas!

     
  • Às 5 de dezembro de 2009 às 22:11 , Anonymous rita disse...

    "Lar, doce lar"... Essa imagem até nos aquece a alma! Fica a recordação para aquelas alturas em que estamos longe de casa e tudo à nossa volta nos parece agreste.
    Bjs.
    Rita

     
  • Às 5 de dezembro de 2009 às 22:15 , Anonymous Anónimo disse...

    Boa noite!

    Ver aquece,ler conforta. Que falta fazem os outros elementos, se é o fogo que agora faz falta, porque traz o calor e a luz?
    Gostei, especialmente nesta noite, que imagino pardacenta. Gosto também dos dias assim. A natureza tem, de facto, os seus dias... Assisti-lhe esse direito.

    Obrigado pela foto e pelo texto.
    Um abraço do
    António

     
  • Às 5 de dezembro de 2009 às 22:58 , Blogger Vicktor disse...

    Querida Lilá(s)

    Um pouco de azinho lenha
    Outro tanto de oliveira
    Dão o calor que desenha
    No fundo duma lareira
    A chama da vez primeira

    É a flama duma fogueira
    Que a acção desempenha
    De ser quente ser fagueira
    Que é o segredo e a senha
    Que conclui esta resen.

    Beijinhos.

     
  • Às 5 de dezembro de 2009 às 23:44 , Blogger Vieira Calado disse...

    Cá para mim é única coisa boa que tem o Inverno!

    Gostos...

    Bom resto de fim de semana.

    Beijinho

     
  • Às 6 de dezembro de 2009 às 01:28 , Blogger Susaninha disse...

    Se é...Aliás é PERFEITO:):):)
    SUUUUUrrisinhos:)

     
  • Às 6 de dezembro de 2009 às 02:25 , Blogger .Lis disse...

    Oi,Lilá(s)
    Ambiente acolhedor e momentos especiais a sentir a chuva e o vento lá fora.
    A casa é o nosso refúgio é onde tecemos nossos sonhos e nossa rotina. Sempre queremos voltar prá casa.
    E dezembro é o mês de agradecer,pela felicidade desses momentos.
    E sonhar pra que todos possam ter esse privilégio e que nao haja desigualdades,nem crianças ao relento.
    Linda semana e um bom domingo,Lilá(s)
    Abraços

     
  • Às 6 de dezembro de 2009 às 12:08 , Anonymous Anónimo disse...

    Lembram-se do Verão e de quando se diz: isso é comida de Inverno? Não nos esqueçamos, amigos, de um bom cozido à portuguesa e outras delícias gastronómicas. É só para lembrar e ampliar o leque das sugestões. E tudo começou com a foto da lareira e com o texto que, muito ajustadamente, o acompanha.
    mais um abraço e bom domingo!
    António

     
  • Às 6 de dezembro de 2009 às 13:04 , Anonymous Anónimo disse...

    Como sempre lilázita encantadora e com textos e imagens acolhedoras.Beijo grande linda e doce amiga.
    TT

     
  • Às 6 de dezembro de 2009 às 18:20 , Blogger Justine disse...

    O inverno tem estas coisas boas! E o teu ambiente, que acolhedor! E aquele objecto magnífico, com um gato preto...não me podia escapar:))
    Abraço

     
  • Às 6 de dezembro de 2009 às 22:10 , Blogger mfc disse...

    A tua descrição é tão boa que me senti na tua sala a experimentar todas aquelas sensações que descrevias...

     
  • Às 7 de dezembro de 2009 às 22:09 , Blogger Graça Pereira disse...

    O fogo exerce também um fascínio sobre mim...acho que, sobre o homem em geral...
    Doce lareira que me faz companhia nestas noits de Inverno.. Gosto de sentir as pinhas a estalarem apanhadas no Verão passado...
    Só me falta o teu cacau e a tua companhia.
    Um beijo e bom feriado.
    Graça

     
  • Às 7 de dezembro de 2009 às 22:28 , Blogger Teresa disse...

    Lilá(s)
    Uma lareira, quando chove lá fora, um bom livro e um cálice de vinho do Porto: são as coisas boas do Inverno.
    Bjs

     
  • Às 7 de dezembro de 2009 às 23:32 , Blogger Pena disse...

    Admirável Amiga:
    Pela primeira vez em três anos, hoje não venho comentá-la, mas sim agradecer-lhe e dizer-lhe: É lamentável o que podem fazer estes seres que nem humanos são.
    Feliz Natal na companhia de todos nós e da sua linda família.
    Bem-Haja!
    Beijinhos amigos comovidos. Muitos.
    Sempre a admirá-la cada vez mais com maior intensidade...

    pena

    Se não fosse VOCÊ, preciosidade de amiga, eu não estaria aqui.
    MUITO OBRIGADO sentido.
    Estou muito triste, IMENSO!p

     
  • Às 8 de dezembro de 2009 às 00:29 , Blogger Sereia disse...

    Vim me aquecer na sua lareira, aqui na minha cidade tá um friozinho bem atrevido,rssrsrsrsr.
    beijos e muito obrigado pela visita.

     
  • Às 8 de dezembro de 2009 às 08:51 , Blogger Chica disse...

    Quer coisa mais acolhedora e aconchegante do que isso? Lindo!beijos,tudo de bom,chica

     
  • Às 8 de dezembro de 2009 às 13:15 , Blogger MagyMay disse...

    Ao ler-te a imaginação voou e aqueci-me...
    Acho que até bebi o cacau e gostei.

    Que acolhedor Lilá(s),aí tasse bem...

    Boa Semana
    Abraços e Beijos

     
  • Às 8 de dezembro de 2009 às 17:39 , Blogger Apenas eu disse...

    admiro muito a tua capacidade de apreciar com requinte os bons momentos da vida. ao ponto de já não saber se os momentos são bons ou Tu tens a capacidade de os transformares assim em algo maravilhoso...

    Um grande beijinho e continuação de boa semana.

     
  • Às 8 de dezembro de 2009 às 19:30 , Blogger Pedro Branco disse...

    Gostei das cores do teu canto. Um dia volto com mais tempo...

     
  • Às 8 de dezembro de 2009 às 20:30 , Blogger Fragmentos Culturais disse...

    O primeiro parágrafo remeteu-me para a infância, na quinta da avó! Uma mulher avançada para a sua época!

    O fogo de uma lareira é deveras fascinante e acolhedor de sonhos!
    E depois os odores entrelaçaram-se entre pinhas e chocolate quente!

    Texto e imagem bem aconchegantes neste final de tarde frio, brumoso.

    Um beijo amistoso,

     
  • Às 9 de dezembro de 2009 às 11:11 , Blogger clic disse...

    Há lá coisa "mai' boa"?!... :)))

     
  • Às 9 de dezembro de 2009 às 20:32 , Anonymous Anónimo disse...

    Deixa-me tomar cacau contigo amiga, ao pé de ti sempre senti a paz que aqui se respira.
    Beijo
    Paula

     
  • Às 17 de dezembro de 2009 às 22:23 , Blogger poetaeusou . . . disse...

    *
    lareira,
    acalentada fonte,
    de chamas evaporadas,
    plagiando as maresias,
    ,
    belo post,
    ,
    serenas brisas, deixo,
    ,
    *

     
  • Às 22 de dezembro de 2009 às 23:06 , Blogger Sara disse...

    Neste tempo frio nada melhor do que o aconchego de uma lareira. Sabe tão bem que nos conforta a alma e o coração. Bjs

     

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial

 
Free Flower Cursors at www.totallyfreecursors.com