sexta-feira, dezembro 04, 2009

Momentos

É bom sentir a lareira acesa, o calor que aquece a casa, a ambiência a média luz; as pinhas e troncos de azinho ardendo, a chama colorida, o laranja e amarelo brilhantes, mais tarde as brasas vermelhas.
O cacau, à moda antiga, bem puro e escuro, fumega na chávena; exala um aroma bem forte.
As lareiras proporcionam um ambiente especial e aconchegante que convidam a sonhar: a chama, a calma, as imagens que passam em flashes iluminados.
É bom estar em casa sentindo o vento e a chuva lá fora.
Olho em volta e saboreio.


32 comentários:

Mona Lisa disse...

Olá

É uma companhia viva e acolhedora...
Olhando-a vou aonde me leva o sonho e a imaginação...

Bjs.

Pedrasnuas disse...

E HÁ LÁ COISA MELHOR QUE UM MOMENTO DESSES?

SE É BOM ESTAR EM CASA ENQUANTO O CÉU CHORA LÁ FORA...

VALE A PENA ENCHER OS OLHOS, A BOCA, AS NARINAS ...DESSE AMPLO SONHAR...

BJS

Milu disse...

Olá Lilás!
Gosto muito desta imagem, porque uma lareira acesa me sugere uma imagem de harmonia e conforto, mas confesso que prefiro um aquecedor eléctrico, porque me posso sentar quase em cima dele, enquanto na lareira o calor dissipa-se não sei para onde, o que é certo é que não me aquece como eu gosto. O ideal é poder ter as duas coisas, a lareira acesa por ser uma festa para o nosso olhar e o aquecedor para melhor chegar junto às pernas! :D
Um beijinho.

Sereia disse...

Boa noite amiga...
Obrigado pela visita.
Um beijo grande...
Amei a sua postagem,muito acolhedora.

Gata Lili disse...

Sua casa é linda e tem cara de aconchegante...ah aqui em Fortaleza não podemos nos dar este luxo. O calor aqui é grande demais e a cada dia fica mais quente.

Méon, disse...

É bom!
E é muito bom reconhecer o que é bom quando está a sê-lo.
Há quem só o reconheça tempos depois, incapazes que são de viever intensamente o presente.
essa sabedoria, eu encontro-a aqui.
Obrigado.
Saudações!

Anónimo disse...

Oh que bom ter o conforto,
Debaixo deste telhado,
Onde o ramo mesmo torto
Nos dá fogo redobrado.

Brilha a brasa na lareira
Sempre, sempre a crepitar,
Louvada seja a fogueira
Que aquece o nosso 'aldeia-lar'.

Mada disse...

Lareira, faz lembrar as belas musicas de José Cid. Linda imagem !!! Bjoss e obrigada pela visita meu anjo !!!

Avelaneira Florida disse...

E que quentinha e aconchegante esta me parece!!!!!
Que bom!!!!
Sobretudo porque se adivinha a excelente companhia e a intensa partilha!!!!

Bom repouso! Bons momentos!
Bjkas!

rita disse...

"Lar, doce lar"... Essa imagem até nos aquece a alma! Fica a recordação para aquelas alturas em que estamos longe de casa e tudo à nossa volta nos parece agreste.
Bjs.
Rita

Anónimo disse...

Boa noite!

Ver aquece,ler conforta. Que falta fazem os outros elementos, se é o fogo que agora faz falta, porque traz o calor e a luz?
Gostei, especialmente nesta noite, que imagino pardacenta. Gosto também dos dias assim. A natureza tem, de facto, os seus dias... Assisti-lhe esse direito.

Obrigado pela foto e pelo texto.
Um abraço do
António

Vicktor disse...

Querida Lilá(s)

Um pouco de azinho lenha
Outro tanto de oliveira
Dão o calor que desenha
No fundo duma lareira
A chama da vez primeira

É a flama duma fogueira
Que a acção desempenha
De ser quente ser fagueira
Que é o segredo e a senha
Que conclui esta resen.

Beijinhos.

Vieira Calado disse...

Cá para mim é única coisa boa que tem o Inverno!

Gostos...

Bom resto de fim de semana.

Beijinho

Susaninha disse...

Se é...Aliás é PERFEITO:):):)
SUUUUUrrisinhos:)

.Lis disse...

Oi,Lilá(s)
Ambiente acolhedor e momentos especiais a sentir a chuva e o vento lá fora.
A casa é o nosso refúgio é onde tecemos nossos sonhos e nossa rotina. Sempre queremos voltar prá casa.
E dezembro é o mês de agradecer,pela felicidade desses momentos.
E sonhar pra que todos possam ter esse privilégio e que nao haja desigualdades,nem crianças ao relento.
Linda semana e um bom domingo,Lilá(s)
Abraços

Anónimo disse...

Lembram-se do Verão e de quando se diz: isso é comida de Inverno? Não nos esqueçamos, amigos, de um bom cozido à portuguesa e outras delícias gastronómicas. É só para lembrar e ampliar o leque das sugestões. E tudo começou com a foto da lareira e com o texto que, muito ajustadamente, o acompanha.
mais um abraço e bom domingo!
António

Anónimo disse...

Como sempre lilázita encantadora e com textos e imagens acolhedoras.Beijo grande linda e doce amiga.
TT

Justine disse...

O inverno tem estas coisas boas! E o teu ambiente, que acolhedor! E aquele objecto magnífico, com um gato preto...não me podia escapar:))
Abraço

mfc disse...

A tua descrição é tão boa que me senti na tua sala a experimentar todas aquelas sensações que descrevias...

Graça Pereira disse...

O fogo exerce também um fascínio sobre mim...acho que, sobre o homem em geral...
Doce lareira que me faz companhia nestas noits de Inverno.. Gosto de sentir as pinhas a estalarem apanhadas no Verão passado...
Só me falta o teu cacau e a tua companhia.
Um beijo e bom feriado.
Graça

Teresa disse...

Lilá(s)
Uma lareira, quando chove lá fora, um bom livro e um cálice de vinho do Porto: são as coisas boas do Inverno.
Bjs

Pena disse...

Admirável Amiga:
Pela primeira vez em três anos, hoje não venho comentá-la, mas sim agradecer-lhe e dizer-lhe: É lamentável o que podem fazer estes seres que nem humanos são.
Feliz Natal na companhia de todos nós e da sua linda família.
Bem-Haja!
Beijinhos amigos comovidos. Muitos.
Sempre a admirá-la cada vez mais com maior intensidade...

pena

Se não fosse VOCÊ, preciosidade de amiga, eu não estaria aqui.
MUITO OBRIGADO sentido.
Estou muito triste, IMENSO!p

Sereia disse...

Vim me aquecer na sua lareira, aqui na minha cidade tá um friozinho bem atrevido,rssrsrsrsr.
beijos e muito obrigado pela visita.

Chica disse...

Quer coisa mais acolhedora e aconchegante do que isso? Lindo!beijos,tudo de bom,chica

MagyMay disse...

Ao ler-te a imaginação voou e aqueci-me...
Acho que até bebi o cacau e gostei.

Que acolhedor Lilá(s),aí tasse bem...

Boa Semana
Abraços e Beijos

Apenas eu disse...

admiro muito a tua capacidade de apreciar com requinte os bons momentos da vida. ao ponto de já não saber se os momentos são bons ou Tu tens a capacidade de os transformares assim em algo maravilhoso...

Um grande beijinho e continuação de boa semana.

Pedro Branco disse...

Gostei das cores do teu canto. Um dia volto com mais tempo...

Fragmentos Culturais disse...

O primeiro parágrafo remeteu-me para a infância, na quinta da avó! Uma mulher avançada para a sua época!

O fogo de uma lareira é deveras fascinante e acolhedor de sonhos!
E depois os odores entrelaçaram-se entre pinhas e chocolate quente!

Texto e imagem bem aconchegantes neste final de tarde frio, brumoso.

Um beijo amistoso,

clic disse...

Há lá coisa "mai' boa"?!... :)))

Anónimo disse...

Deixa-me tomar cacau contigo amiga, ao pé de ti sempre senti a paz que aqui se respira.
Beijo
Paula

poetaeusou . . . disse...

*
lareira,
acalentada fonte,
de chamas evaporadas,
plagiando as maresias,
,
belo post,
,
serenas brisas, deixo,
,
*

Sara disse...

Neste tempo frio nada melhor do que o aconchego de uma lareira. Sabe tão bem que nos conforta a alma e o coração. Bjs