Perfume de Jacarandá

Quem és tu. Quem és tu que assim vens pela noite adiante, Pisando o luar branco dos caminhos, Sob o rumor das folhas inspiradas? Sophia de Mello Breyner Andreson

terça-feira, fevereiro 09, 2010

Pausa

O vento agreste bate-me no rosto; as mãos protegidas nos bolsos, fecho os olhos para melhor sentir a brisa e o marulhar.
Sem barcos nem aves na paisagem, um manto de espuma cobre a praia.
O barulho das ondas consegue fazer-me vibrar e sentir quão grande é o poder do mar.
O vento no rosto, a praia deserta, o sol rompendo por entre nuvens de algodão-cinza limpam-me interiormente.
Em tarde agitada, é isto que verdadeiramente vale a pena
Esta paz!

41 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial

 
Free Flower Cursors at www.totallyfreecursors.com