Perfume de Jacarandá

Quem és tu. Quem és tu que assim vens pela noite adiante, Pisando o luar branco dos caminhos, Sob o rumor das folhas inspiradas? Sophia de Mello Breyner Andreson

domingo, setembro 26, 2010

Matisse(ada)

Entrou na minha vida embrulhada em papel celofane.
Plantei-a no jardim junto de outras roseiras; era então apenas um pequeno caule com frágeis folhas. Olhámo-nos todos os dias, regava-a quando parecia ter sede e foram nascendo mais folhas; apareceram depois os primeiros botões: finalmente a primeira flor!
Rosa e branco! O rosa passa suave para o branco, não há meios tons. Nem o melhor pintor conseguiria tal milagre.
As pétalas são aveludadas e têm um leve brilho igual a pingos de diamante!



Penso que nada é mais difícil a um verdadeiro pintor do que pintar uma rosa, porque, para isso, precisa primeiro esquecer todas as rosas pintadas. É um primeiro passo para a criação ver todas as coisas na sua verdade, e isto supõe um esforço contínuo”,
Henri Matisse

56 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial

 
Free Flower Cursors at www.totallyfreecursors.com